• sp8868

Ponto. de abrição | Forçar a porta do presente


O programa anual de formação da Galeria Ponto. toma como desvio a conclamação insurgente do Comitê Invisível - "Forçar a porta do presente"- e a frase-letreiro "É possível, mas não agora", da artista Regina Parra, para guiar a sua atuação propositiva. Ambas referências, apontam para um estreitamento do presente e a necessidade de criar fraturas, novas formas de pensar e agir na economia, nas relações sociais, no meio ambiente, no auto-cuidado e na urbanidade. Convidamos filósofxs, artistas, arquitetxs, cientistas sociais, curadores, imaginadores de futuro, marceneirxs, alquimistas, escritores, psicanalistas, makers, feministas e hackers para propor cursos, oficinas e eventos multidisciplinares com o propósito de debater, fomentar e instrumentalizar xs cidadãos do presente.

Se você sente que é isso que te chama, vem! No dia 5 de maio, vamos celebrar o início do programa e ocupar o espaço com iniciativas ali(nh)adas à essa tônica.

Curadoria: Janaína Miranda


Programação - 16h às 22h

>> Bancas de pequenos selos Lombra Records A Bolha Editora Savant Editora editora criatura Meia Jaca Prints da Ponto.


>> Performance/ Música Hilan Bensusan (Performance) Jose Maria Palmieri (Dj/ Brasilidades) Malu Engel (Música espontânea) Lunar Dream (Downtempo) Oseias programmable & MM (Live eletrônico)


>> Comidinhas e drinks Chapatti & Chá Matte, Drinks & Etcs Casa Elétrica

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo